Tag Archive for reservatorio

Indústrias: Escolha os Tanques da Recolast!

mega-tanque.jpg
A utilização da água geralmente é um recurso com alta demanda nos processos industriais, e o armazenamento deste recurso faz-se necessário para que a indústria não desacelere sua produção. O uso da água nos processos industriais é feito desde a incorporação do recurso nos produtos até a lavagem de materiais, equipamentos e instalações, além da utilização em sistemas de refrigeração e geração de vapor.

 

Recolast conta com diversas de opções de Tanques de armazenamento de água para Indústrias, que atendem as necessidades em qualquer área industrial: têxtil, alimentícia, farmacêutica, cosmética, frigorífica, curtume, celulose e papel, açúcar e álcool, cervejaria, ferro e aço, petróleo, entre outros.

Com capacidade de 2m3 a 1.200m3 em diferentes estruturas, os Tanques da Recolast oferecem multifuncionalidade, podendo ser usados como reservatórios para fins de lavagem de peças, áreas comuns, tratamento de efluentes industriais, produção de celulose, lavagem de resíduos provenientes do processo… e tudo isso graças à captação da água de chuva! [Veja aqui como captar].

Com opções elevadas ou escavadas, com ou sem tampa, veja abaixo as dimensões e características, e escolha o melhor tanque para sua necessidade:

TANQUE AUSTRALIANO

Possui estrutura de chapa galvanizada revestido com geomembrana de PVC e capacidade de 2m3 a 500m3, seu diâmetro é variado com 1,20m de altura para todos os tamanhos. Tem como opção 2 modelos de tampas : 100% vedada (flutuante) ou Sombrite. Modo: Elevado.

Tanque Australiano

ECOTANQUE

Possui estrutura de tela de aço soldada revestida com geomembrana de PVC e capacidade de 10m3 a 40m3, seu diâmetro é variado com 2m de altura para todos os tamanhos. Tem como opção não ter tampa ou tampa de sombrite. Modo: Elevado

ecotanque

 

AGROCISTERNA

Possue estrutura escavada revestida com geomembrana de PVC e capacidade de 150m3 a 1.050m3, seu comprimento é variado com a 8m de largura (paredes inclinadas) para todos os tamanhos. Tem como opção cobertura impermeável ou sombrite. Modo: Escavado.

agrocisterna

MEGATANQUE

Também com estrutura de tela de aço soldada revestida com geomembrana de PVC  e capacidade de 600m3 a 1200m3, seu diâmetro é variado com 2,45m de altura para todos os tamanhos. Tem como opção tampa de sombrite ou PVC. Modo: Elevado

megatanque

 

Adquira os Tanques de Água para Indústria com a Recolast!

Atendemos o Brasil inteiro e até o Exterior com a máxima eficiência que só uma empresa com mais de 40 anos no mercado pode garantir!

Para solicitar orçamento, CLIQUE AQUI!

Tanque Australiano x Tanque Convencional

Existe hoje no mercado uma enorme variedade de reservatórios, o ideal é pesquisar suas vantagens e desvantagens, o que será um fator decisivo na hora de efetuar a compra, variando entre o tempo de construção, tamanho, vida útil do material entre outros fatores.

australiano x convencional

Moldada com estrutura de chapa de aço galvanizada revestido de PVC, os tanques do tipo australiano da Recolast, se diferencia desde a facilidade na montagem até uma simples manutenção!

australia

 

Tanque Australiano Recolast se destaca por ter vantagens que o diferenciam de um tanque Australiano Convencional, veja o comparativo:

comparativo

Clique aqui para ver um vídeo comparativo do nosso tanque Tipo Australiano X Australiano Convencional!

Veja onde e como utilizar:

Para Empresas e Indústrias:
• Estocagem de água potável;
• Armazenamento de água com resíduos de processos industriais;
• Lavagem de equipamentos;
• Prevenção de incêndios;
• Tratamento de efluentes;
• Sanitários.

Para Agropecuária:
• Irrigação de pasto;
• “Pulmão” para Bebedouro de animais;
• Lavagem de estábulo e cama de frango;
• Criação de Peixes, camarões e rãs;
• Armazenamento de grãos;
• Esterqueira.

Para Condomínios:
• Limpeza de área comum;
• Captação de água de chuva;
• Irrigação de jardins;
• Armazenamento de água potável;
• Lavagem de carros;
• Reposição de piscinas.

 Alguns de nossos clientes que adquiriram o Tanque Australiano Recolast:

1              

 

 

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 


4

 

 

 

 

 

 

 

A RECOLAST AMBIENTAL oferece sempre o melhor custo x benefício com a devida qualidade para diversos projetos.

Entre em contato com a nossa equipe e solicite uma consultoria sem compromisso!

CLIQUE AQUI, para solicitar uma proposta!

Irrigação integrada com Criação de Peixes!

Irrigação integrada com criação de peixes certamente trará benefícios para ambas as atividades e para os agricultores.

Irrigação Integrada com Criação de Peixes

O Brasil tem incentivado o ramo agrícola e ampliado a sua área de irrigação, tornando assim mais uma alternativa para aumentar a produção de alimentos. A piscicultura é também uma importante ferramenta para o desenvolvimento social e econômico de uma região, possibilitando o aproveitamento efetivo dos recursos naturais e locais.

Os benefícios de uma irrigação integrada!

A piscicultura se beneficiará aproveitando a infra-estrutura já implantada nos projetos de irrigação. As águas que passam pelos cultivos de peixes poderão trazer grande contribuição para a exploração de produtos vegetais, em virtude da riqueza em nutrientes, principalmente nitrogênio e fósforo, provenientes dos dejetos dos peixes e de restos de ração não consumida.

O cultivo integrado com piscicultura também se faz no projeto de Aquaponia em forma de simbiose, onde a água rica em matéria orgânica que sai do tanque dos peixes, passa pelo canal hidropônico (hortaliças), utilizando os nutrientes contidos na água para seu metabolismo/crescimento, e como contrapartida efetua a limpeza da água que retornará em boas condições aos peixes.

Os cuidados com água!

A utilização de efluentes da piscicultura para irrigação requer alguns cuidados, como a qualidade da água em relação aos resíduos. Sendo estes, os responsáveis pela produção de amônia, é necessário fazer a TPA (troca parcial da água), para que a amônia não seja letal para os peixes. Logo, são retiradas 50% da água do reservatório, que será usada para a irrigação, assim, beneficiando a plantação, e mantendo a qualidade de vida dos peixes.

As características do local!

Do ponto de vista das instalações, é importante levar em consideração as características do tipo de reservatório a ser usado quanto a: largura, profundidade, altura de lâmina de água, vazão, e locais de bombeamento de água, sistema de irrigação adotado e tipos de insumos usados nos cultivos agrícolas, em especial os agrotóxicos. O uso de agrotóxico nas plantações pode comprometer a sobrevivência dos peixes ou a qualidade do pescado produzido.

Reservatório escavado com água captada dos galpões.

No mercado há diversas alternativas de reservatórios para irrigação integrada com criação de peixes, dentre as opções estão os reservatórios escavados impermeabilizados com Geomembrana e os Tanques suspenso do tipo Australiano.

Na questão ambiental…

Como qualquer outra atividade, a criação de peixes em canais de irrigação requer uma avaliação prévia do mercado, tanto no que se refere à aceitação do peixe a ser produzido, quanto à disponibilidade dos insumos necessários à criação. Também é imprescindível obter, junto à administração dos perímetros de irrigação públicos, a autorização para realizar o cultivo de peixes.

Tilápia é a melhor opção!

tilapia-01

Dados indicam que a criação de tilápia do Nilo não alterou de forma negativa a qualidade da água no canal, sendo esse fato favorecido pelo manejo de bombeamento e vazão da água para a irrigação integrada.

Como sabemos, o mercado da tilápia vêm crescendo cada vez mais, pois têm uma excelente procura e aceitação devido as suas características. De boa resistência à uma saborosa carne, a tilápia promove um rápido crescimento e fácil manejo, além do aproveitamento do couro e as vísceras para produção de óleo e farinha de peixe. São inúmeras vantagens que agregam valor a espécie, saiba mais dessas vantagens clicando aqui.

Como vimos, é de fundamental importância a irrigação integrada com a criação de peixes, pois resulta em maior diversidade de produtos ou aproveitamento de recursos não explorados, já que se podem produzir duas culturas utilizando a mesma água.

Agora que você já sabe que a irrigação integrada com criação de peixes só tem benefícios, que tal impermeabilizar seu reservatório com eficiência para que o sistema tenha melhor desempenho, sem riscos de vazamento e perda de água?

Escolha as geomembranas em pvc e garanta a durabilidade do seu sistema de irrigação.

Entre em contato com os consultores da Recolast para auxiliar no seu projeto CLICANDO AQUI!

Reservatório de água: O desafio da Pecuária pode ser esta simples solução

Reservatório é uma solução simples para a estiagem, que afeta alguns Estados trazendo reflexos negativos tanto no meio urbano como no rural, pois parte do problema está associado a uma gestão não controlada do recurso água.

 

O Brasil tem cerca de 12% da água doce do planeta. No entanto sua distribuição é desigual e as principais reservas não estão localizadas onde se concentra grande parte da população. Um exemplo é que 68% da disponibilidade de água superficial está na Região Hidrográfica Amazônica, onde a concentração populacional é menor.

A água é essencial para a vida e está presente em todos os tecidos e funções de um ser vivo. É o principal constituinte do corpo de um animal, podendo variar de 50 a 80% do peso vivo, dependendo da idade e do grau de gordura. A água nunca pode faltar para o animal. Em condições de restrição alimentar, um animal pode perder quase toda sua reserva em gordura e cerca da metade de sua proteína (músculos) e ainda sobreviver, mas pode morrer, com uma perda de apenas 10% da água corporal.

criação de gado

Criação de Gado

Frente a esta situação, seria um erro arriscar perdas na produção pela restrição de água ao animal, principalmente em regiões tropicais, onde altas temperaturas podem dobrar a necessidade diária de água.

O produtor não deveria ficar apenas preocupado com a quantidade de água mas, sim, também com a sua qualidade. As águas em bebedouros naturais oferecem uma maior oportunidade para contaminações com resíduos de fertilizantes e fezes, ambos nutrientes que servem para a proliferação de algas e podem alterar o sabor da água. Além disso, águas rasas e paradas podem ser fontes de contaminação de doenças, como verminoses, botulismo e cisticercose.

Reservando para não faltar!

Os dados acima mostram que a água é fundamental para o animal, sendo os bebedouros a solução mais comum, e para que tenham sempre água limpa para os animais, é necessário abastecimento, e então a preocupação do produtor acaba sendo onde reservar essas águas para que não falte em sua propriedade.

Para que haja praticidade no armazenamento, e no abastecimento dos bebedouros, o tanque do tipo australiano é uma excelente solução, são fáceis de montar e podem ser colocados em diversos lugares para que fiquem acessíveis ao produtor, com altura de 1,20m e tampa em PVC 100% vedada, essa alternativa é a mais escolhida para quem quer custo x beneficio na hora de otimizar sua criação de animais e mantê-los sempre saudáveis  e com água limpa!

Os reservatórios da Recolast possui capacidade de armazenamento de 2m³ a 500m³!

Reservatório - Tanque Australiano

Reservatório – Tanque Australiano Recolast

 

Não espera a fonte secar, solicite uma proposta CLICANDO AQUI!

Telhado Verde = Desconto no IPTU – IPTU Verde

Telhado Verde também garante desconto no IPTU do seu imóvel, sabia?! Entenda como funciona e como conseguir!

 

Telhado Verde

 

Em muitas cidades brasileiras como Salvador, Porto Alegre, Curitiba, São Bernardo do Campo, Goiânia, Guarulhos, cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais, o IPTU Verde já foi adotado e proprietários dos imóveis já podem solicitar os descontos de até 100%.

Como funciona

A proposta é adotar medidas sustentáveis nos imóveis e através disso, a prefeitura conceder descontos no IPTU. Para isso é preciso comprovar 2 ou mais medidas sustentáveis implantadas nos imóveis e solicitar um certificado junto à prefeitura e órgãos ambientais das cidades que adotaram o IPTU Verde. Algumas cidades possuem legislações diferentes para o programa, assim, é importante buscar informações junto aos órgãos responsáveis.

O objetivo é incentivar a preservação do meio ambiente, sendo considerada até uma campanha educacional para a população de forma que se conscientize sobre a importância dos recursos naturais.

Veja projetos sustentáveis em imóveis que podem diminuir o valor do seu IPTU:

1 – Telhado verde: também chamado de cobertura verde, é um dos projetos que tornam o ambiente moderno e natural, através dele é possível captar água da chuva e fornecer isolamento acústico

2 – Facilidade de acesso: acessibilidade nas calçadas para pedestres e deficientes

3 – Reuso da águasistemas implantados para reutilização da água geram redução de custos e possibilitam reconhecimento sustentável

4 –  Áreas permeáveis: como jardins ou gramados que absorvam a água e evitam as infiltrações

5 – Captação de água da chuva: Essa proposta possibilita desconto de até 50% na sua conta de água, além do desconto no IPTU. Aprenda a captar água da chuva

6 – Arborização: plantar 1 ou mais árvores nos imóveis (calçadas). As áreas verdes valorizam a qualidade de vida do local.

7 – Separação de resíduos sólidos: como a reciclagem e tratamento de resíduos (biodigestor)

8 – Energia alternativa: como eólica, solar ou bioenergia (fonte de energia obtida com o tratamento de efluentes em um biodigestor – chamado biogás);

9 – Preservação de recursos hídricos, biodiversidade e áreas totalmente preservadas;

Os descontos no IPTU variam de acordo com o projeto e local, em Guarulhos, por exemplo, os proprietários podem ter até 20% de desconto, já em Curitiba a porcentagem chega a 100%. Além disso, tem o período de vigência, após 5 anos (para imóveis antigos) e 8 anos (para novos imóveis) o desconto é suspenso.

Fazendo projetos com selo verde você ajuda o meio ambiente e ainda ganha descontos no IPTU!

Então, que tal começar com um telhado verde?!
Clique aqui para fazer o download do nosso ebook e saiba como fazer o Telhado Verde em 5 passos!

Quantos peixes cabem no meu reservatório?

Quantos peixes cabem no meu reservatório? É uma das perguntas mais comuns, feita pelos que pretendem criar peixes.

Para iniciar um projeto de piscicultura é importante avaliar o mercado de piscicultura na sua região para definir o sistema adequado e planejar um investimento viável. Um dos passos importantes é determinar a capacidade de produção e para isso é necessário fazer um planejamento de quantidade e tamanho do reservatório que irá utilizar.

A quantidade de peixes que cabem dentro dos reservatórios é determinada a partir do tipo de cultivo, que pode ser extensivo, semi-intensivo, intensivo ou super intensivo, pela espécie do peixe, tipo e dimensão do reservatório e também varia de acordo com a capacidade de vazão de água (entrada e saída de água do reservatório).

Quantos peixes cabem o reservatório

Tilápias

Tipos de cultivo e quantidade de peixes

Cultivo extensivo: Nesse tipo de cultivo, o peixe não recebe alimento produtor e só se alimenta do que existe no reservatório: lago, açude ou represa, além do produtor não ter muito controle da produção, a despesca acontece em um processo mais lento. Estima-se 1 peixe para cada m² e cerca de 1 tonelada/ano.

Cultivo semi-intensivo: também acontece em reservatórios como lago, açude ou represa, mas diferente do cultivo extensivo, nesse tipo de criação, o produtor tem controle do abastecimento e da produção, faz adubação da água e do solo, além de dar alimentos complementares. Também se estima 1 peixe por m² e cerca de 4 toneladas/ano.

Algumas espécies:

  • Tilápia: de 14.000 a 18.000 peixes por hectare (10.000 m²);
  • Pintado da Amazônia:  4.000 peixes por hectare;
  • Pacu, Tambacu ou Piraptinga: de 8.000 a 12.000 peixes por hectare;

Cultivo intensivo: O produtor que faz cultivo intensivo alimenta os peixes com ração equilibrada, tem absoluto controle de produção, faz renovação da água e utiliza um sistema totalmente voltado para criação de peixes em grande escala e rapidez. Ele pode colocar de 1 a 3 peixes por m² e consegue até 10 toneladas de peixes por ano.

Algumas espécies:

  • Tilápia (cerca de 600g): 100 a 125kg por m³, ou seja, 205 peixes, aproximadamente;
  • Pintado da Amazônia (cerca de 1000g): 60 a 80 kg m³, 80 peixes, aproximadamente.

Cultivo super intensivo: Esse tipo de cultivo pode ser feito tanto em reservatórios escavados quanto nos que ficam sobre o solo (geralmente utiliza-se reservatórios circulares[link tanque australiano]), mas sempre com o uso dos tanques rede, uma das características desse cultivo é a recirculação e reuso da água. É possível colocar até 300 peixes por m³ e produzir até 150kg por mês.

 Dica:

Cuidado para não ultrapassar a quantidade de peixes que cada reservatório suporta, pois além de faltar oxigenação, os peixes passam a ter dificuldade para se alimentar e se locomover, acabam emagrecendo e afetando a produção.

Agora que já sabe a quantidade de peixes para cada projeto, que tal fazer um planejamento do seu? A Recolast possui consultores especializados para auxiliá-lo em seu negócio!

Água: só daremos valor depois que o poço secar.

Quando o assunto é poupar água, em que você pensa? Já faz algo em prol da economia do bem mais precioso que temos?

 

agua-preservar

O que não nos falta hoje em dia são idéias, soluções e pessoas a favor da sustentabilidade.

Mas por que todo esse papo de economizar água, se 75% do nosso planeta é coberto por ela?
96,5% de toda a água da Terra está nos oceanos como água salgada, enquanto apenas 3,5% são lagos de água doce e água congelada presa em geleiras ou calotas polares. Quase toda a água doce do mundo está em forma de gelo: 69% pra ser mais exato. E todo esse recurso hídrico pode ser insuficiente para a humanidade dentro de pouco tempo, por conta do uso inadequado, e pela contaminação, causada pelo derramamento irresponsável de resíduos por algumas indústrias.

Mesmo ciente das conseqüências, muitas pessoas ainda não entenderam a importância da reutilização e aproveitamento da água. Para que o planeta seja realmente preservado, só economizar a água potável de casa não é suficiente, as empresas também precisam fazer a sua parte, de forma que, por exemplo, toda água usada em processos industriais, seja tratada em uma ETE (estação de tratamento de esgoto) e assim devolvida para a natureza, preservando seu ciclo natural.

Algumas empresas se readequaram para não ter prejuízo hídrico e investiram mais em projetos de tratamento de água, utilizando reservatórios como: caixas d’água de fibra, reservatórios de concreto, tanques escavados etc.

 

Conheça os dois tipos de reservatórios mais populares:


Reservatório de concreto:
Este reservatório demanda bastante tempo até ser concluído, e terá um peso relativamente maior do que os demais reservatórios. Após sua construção, não é possível mudá-lo de lugar, pois para o deslocamento é necessário sua demolição. Se houver algum tipo de vazamento ou ruptura, a manutenção do mesmo exigirá grande esforço e gastos.

Reservatório escavado: Assim como o reservatório de concreto, o escavado não pode ser mudado de lugar, e está mais propenso a vazamentos, caso não seja feito corretamente a impermeabilização. Saiba como construir um reservatório escavado, aqui. É uma boa opção para quem busca algo simples e fácil de ser feito, porém, dependendo da sua região, precisará de licenciamento ambiental para escavar sua propriedade. Este processo de licenciamento geralmente é demorado, o que pode atrasar a conclusão do projeto.

Por conta da enorme variedade de reservatórios no mercado, o ideal é pesquisar suas vantagens e desvantagens, o que será um fator decisivo na hora de efetuar a compra, variando entre o tempo de construção, tamanho, vida útil do material entre outros fatores.

O Tanque Australiano Recolast se destaca por ter características que o diferenciam de um tanque Australiano Convencional, como:

1. Variam de 2 a 500 mil litros.
2. Fácil instalação.
3. Você pode montar, desmontar e mover para outro local.
4. Também usado para armazenamento de água potável
5. Durabilidade de 10 à 15 anos.
6. Estrutura em chapa galvanizada.
7. Revestido com Geomembrana de PVC.
8. Preço acessível.

Clique aqui para ver um vídeo comparativo do nosso tanque Tipo Australiano X Australiano Convencional!

O Tanque Australiano Recolast é a escolha perfeita para empresas, atividades agrícolas e para condomínios residenciais, veja as vantagens:

Para Empresas:
• Estocagem de água potável
• Armazenamento de água com resíduos de processos industriais
• Lavagem de equipamentos
• Prevenção de incêndios
• Sanitários

Para Agropecuária:
• Irrigação de pasto
• Bebedouro para animais
• Lavagem de estábulo
• Criação de Peixes
• Armazenamento de grãos
• Esterqueira


Para Condomínios:

• Limpeza de área comum
• Captação de água de chuva
• Irrigação de jardins
• Armazenamento de água potável
• Lavagem de carros
• Reposição de piscinas

 

O uso consciente da água é necessário, e a toda hora surgem novas soluções para captar e reutilizá-la de forma inteligente.
Entre em contato conosco para começar seu projeto sustentável e faça sua parte!

Tipos de Irrigação

Irrigação: é o fornecimento controlado de água para as plantas em quantidade suficiente e no momento certo, assegurando a produtividade e a sobrevivência de uma plantação

 

Conheça um pouco da história…
A irrigação é um método artificial de aplicação de água que começou a ser utilizada há 5.000 anos no Egito antigo às margens do Rio Nilo.
Nessa época houveram as primeiras obras nesse sentido, quando o Faraó Ramsés III ordenou a construção de diques, represas e canais para melhorar a forma de utilização e distribuição da água do rio. No passado, tanto a água como a terra agricultável eram consideradas bens infinitos, porém, a partir do século XXI as pessoas perceberam que não é bem assim, e desde então, procuram práticas sustentáveis e renováveis para que sejam utilizados os menores recursos possíveis, e que se tenha a maior produtividade e economia.
A irrigação na agricultura utiliza até 70% de toda a água consumida no planeta, porém, não é só em plantações, é utilizada também em pastagens, jardins e mineradoras com o intuito de despoeirar o ar.
O sistema de irrigação a ser utilizado varia muito dependendo de fatores como solo, tipo de plantação, localização da área a ser irrigada, quantidade de água disponível e recursos financeiros disponíveis.

Os quatro principais Tipos de Irrigação são:

• Irrigação por superfície
• Irrigação por aspersão
• Irrigação localizada
• Subirrigação

 

Tabela: Fatores que afetam a seleção do Método de Irrigação
01

 

Irrigação por superfície:
02

Esse tipo de irrigação é muito utilizado na plantação de cereais, são feitos canais de irrigação onde a água circula por gravidade com a parte central mais elevada para as plantas. A água desce pela parte superior de um canal mestre que abastece todos os outros.

Vantagens:
• Menor custo fixo e operacional
• Equipamentos simples
• Baixo consumo de energia
• Não sofre efeito de vento

Desvantagens:
• Depende das condições do terreno para dimensionar o tamanho do reservatório, pois se não for bem projetado não apresentará resultados
• Precisa ser frequente vistoriado para assegurar bons resultados

 

Aspersão ou chuva artificial
03

É um sistema de irrigação que começou a ser utilizado em 1929 na América do Norte e Europa, onde a água é lançada ao ar por meio de aspersão e vindo ao solo em forma de chuva.

Os sistemas convencionais podem ser fixos, semi-fixos ou portáteis e em todos é necessário que haja pressão, seja por gravidade ou bombeamento.

Nos sistemas fixos, normalmente tanto as bombas quanto a tubulação principal e os canais de distribuição da água ficam enterrados, somente ficando por fora as tomadas e os hidrantes, tornando-se mais caro que os semi-fixos e portáteis.

04

 

Nos sistemas semi-fixos apenas a bomba e a tubulação são enterradas enquanto as linhas laterais são móveis podendo utilizar PVC.

 

05

 

Já nos sistemas portáteis, tanto as tubulações principais quanto as laterais são móveis e podem ser movimentadas de acordo com a necessidade, os mais modernos podem ser sobre rodas, facilitando assim a movimentação sobre toda a plantação e diminuindo o tempo gasto na operação.

 

05a

 

Esse método também é utilizado para adubação biológica:
06

 

E para despoeiramento em mineradoras, que nada mais é do que a irrigação para controle da poeira, tanto para as estradas como para as pilhas de minério:
07

 

Aspersão
Vantagens
• Dispensa preparo do terreno
• Permite controle da quantidade e distribuição da água a ser utilizada gerando economia
• Economia com mão de obra
• A irrigação pode ser feita a qualquer hora ou durante 24 horas seguidas
• Aumenta a umidade do ar, reduzindo a transpiração das plantas ou elevação de poeira
• Permite distribuição de adubos líquidos
• Mais eficiente em relação a outros tipos de irrigação

Desvantagens
• A distribuição da água ou adubo pode ser afetada pelo vento conforme lançados ao ar
• Pode ocorrer o selamento do solo, assim evitando a absorção de ambos
• Remove fungicidas e inseticidas de folhas prejudicando combate as pragas

 

Irrigação Localizada
Gotejamento e Microaspersão

08

Na irrigação localizada a água é aplicada ao solo de maneira contínua e pontual, formando um padrão de umedecimento chamado “bulbo úmido”.
Esse sistema aplica água apenas em parte da área a ser irrigada gerando menor consumo e mais eficiência, e para isso podem ser utilizados gotejadores ou microaspersores. A diferença é que com o gotejamento a água é aplicada em alguns pontos, e na microaspersão somente em uma pequena área circular.

Vantagens
• Economia de água e energia;
• Demanda pouca mão-de-obra.
• Reduz pragas, doenças e o desenvolvimento de ervas daninhas.
• Otimiza o uso de fertilizantes e produtos químicos.
• Possibilita o uso de água salina.
• O terreno não precisa de preparação.

Desvantagens
• Pode ocorrer entupimento das saídas de água por conta do tamanho.

 

Subirrigação
Na subirrigação a água é aplicada abaixo da superfície do solo, diretamente nas raízes das plantas, geralmente precisa de um sistema de drenagem subsuperficial, que nada mais é do que o escoamento do excesso de água.

09

Vantagens:
• Indicado para solos que não aceitam infiltração ou não retém água;
• Pouca mão de obra.

Desvantagens
• É necessário que haja lençol freático abaixo do solo da plantação;

 

TANQUES RECOLAST

Para saber qual o tipo de irrigação deve-se utilizar, é necessário uma avaliação que vai desde o tipo de terreno, recursos hídricos disponíveis, até a quantidade de energia para a instalação do projeto. Depois disso é feito um estudo do sistema com base do solo, água, clima do local e cultura a ser implantado.

Agora que você conhece um pouco mais sobre sistemas de irrigação, conheça algumas das soluções Recolast para armazenamento e abastecimento de água para o seu sistema:

Tanque Australiano:
10

10a

Com esse tipo de Tanque você pode armazenar de 2m³ a 500m³ com opção de tampa.

Tanque Escavado:
11

11a

Temos Tanque escavado de acordo com seu projeto ou alguns modelos pré-moldados de 25m³ a 500m³.

 

EcoCisternas:
13

13a

Esse tanque tem altura de 2m e armazena de 10m³ a 40m³de água em espaço reduzido.

 

Agrocisterna:
12

12a

Já nessa opção você pode armazenar de 150.000 litros a 1.050.000 litros com a opção da cobertura impermeável que capta e filtra a água.

 

Megatanque:
14

14a

Com 2,45m de altura, o Mega Tanque pode armazenar de 600.000 a 1.200.000 litros de água.

Irrigação e captação de água com tanque escavado em plantação de café

Irrigação – Escolha a empresa certa para fazer seu projeto, e colha bons resultados.

Recentemente, a empresa Gota Fértil, especializada em irrigação, adquiriu da Recolast a geomembrana de PVC para impermeabilização de lagoas com o objetivo de irrigar uma grande área de plantação de café.

A Empresa Gota Fértil projetou o sistema de irrigação em 3 tanques, totalizando 2,3 milhões de litros. A área irrigada é de 24.000 m² com lâmina d’água de 5mm.

O processo é realizado através de uma irrigação por aspersão.

A água armazenada nos reservatórios impermeabilizados com geomembrana de PVC é captada do telhado de dois galpões e tratada através de um filtro para decantação, aeração, separação dos sólidos, e areia.

 

Reservatório para irrigação impermeabilizado com geomembrana de PVC

Reservatórios impermeabilizados com geomembrana de PVC

Reservatório escavado para irrigação com água captada dos galpões.

Reservatório escavado com água captada pelo telhado.

 

Sobre irrigação:

Há diversos modelos de sistemas de irrigação, porém cada projeto deve ser analisado com cautela, pois dependem de vários fatores como a topografia, tamanho da área, tipo de solo e fatores climáticos e verba disponível do produtor.

É importante reforçar o consumo elevado de água em um processo de irrigação, portanto recomendamos captar água da chuva, clique aqui para aprender a captar.

A Recolast também trabalha com cisternas para armazenamento de água, saiba mais clicando aqui.

Agua: Reúso e economia

Reúso e economia!

A falta de planejamento no sistema hídrico nacional foi o que levou à crise. As empresas são as mais afetadas com o cenário atual. O Governo teve que tomar medidas preventivas para o uso em excesso da água, aumentando o valor e aplicando multas. Para 2015 o quadro de escassez de água e energia se concretizará, influenciando na diminuição de até 30% na produção.

face

O consumo de água vai além do que ingerimos, usamos no banheiro ou nas torneiras de casa, que é cerca de 6,6 mil litros de água por mês por pessoa. As operações produtivas de bens e alimentos consomem quantidades incríveis de água.

Indústria:

  • 1 Kg de couro utiliza 16,6 mil litros de água
  • 1 calça jeans utiliza 15 mil
  • 1 camiseta de algodão 3,7 mil
  • 1 Kg de carne bovina 15 mil
  • 1 Kg de carne suína 4,9 mil
  • 1 Kg de carne de frango 3,5 mil
  • 1 litro de leite 1 mil
  • 1 kg de soja 1,65 mil
  • 1 kg de batata 500 litros

Algumas empresas têm readequado seus processos de produção para diminuir o consumo de água e não sofrerem com a crise hídrica. A captação de água de reúso nas empresas têm sido a solução de problemas relacionados à água. No setor de mineração, por exemplo, o índice de reuso da água chegou a 80% em 2014 e na siderurgia reaproveitaram 90%. O sistema conta com várias vantagens como a redução dos custos de produção, aumento da competitividade do setor e reconhecimento de empresas socialmente responsáveis.

A água de reuso pode ser utilizada em várias atividades:

  • Compactação do solo;
  • Controle de poeira;
  • Fins ornamentais;
  • Geração de energia;
  • Lavagem de agregados;
  • Lavagem de pisos, roupas e veículos;
  • Na limpeza de pocilgas;
  • Preparação de concreto;
  • Prevenção de incêndios
  • Refrigeração de equipamentos;
  • Sanitários.

Pensando em viabilizar o seu negócio?

 Os Tanques de Captação da Recolast possuem armazenamento de 2 mil a 1 milhão e 200 litros, tornando a estocagem mais simples e prática.

 Consulte-nos!

www.recolast.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...